[ contato@ngarteprodutoracultural.com.br |(21) 3071-6864|(21) 97915-7626 ] Compartilhar: Facebook Google+ Twitter Addthis

Elda Evelina é artista visual, palestrante e escritora. As ilustrações e capas de seus livros, em sua essência de conteúdo espirituais, são criações suas. Suas obras (artes plásticas e eletrônicas), livros, palestras, mensagens e cartões estão publicados no site eldaevelina.com e seus livros também estão disponíveis no site bookess.com.br/profile/eldaevelina."





 

Em 25 de maio de 2015 o continente africano celebrou seus 49 anos de independência. As comemorações aconteceram também no Brasil, onde grande parte da sua formação e construção de identidade se deu com a união e colaboração africana.
Fonte – http://www.feirapreta.com.br/?p=3164


Continente de grandes proporções, onde estão as raízes de grande parte da nossa cultura, formada pela dor, pela saudade, pelas angústias decorrentes de separações sofridas, dor que cala fundo na Alma...

Nossos irmãos em vários sentidos, seja por termos crescido juntos ao longo de alguns séculos, seja pela miscigenação com os povos que aqui já viviam. Aqueles que foram trazidos independente de sua vontade, não obstante sua resistência; ainda a considerar os que aqui chegaram e tomaram conta do continente como se tivessem direito de propriedade. Se tivermos o olhar mais aguçado e espiritualizado, reconhecermo-nos todos como parte de uma grande família chamada Humanidade.

Deixo aqui o registro do meu carinho por esses povos irmãos, desejando que a paz nos envolva a todos e possamos, juntos, fazer-nos uma grande Nação.

Elda Evelina - www.eldaevelina.com/?p=8646




 
⇧  Clique para ampliar
Obra: Fada


Consciência

“Mesmo diferentes entre si, partes formam um todo único, harmônico e belo.
Assim somos nós, diferentes, mas fazendo parte de um todo que deverá exibir sua harmonia e beleza.”


Mensagem da obra Composição I




Grandes irmãos de caminhada terrena, estreitos amigos de longa data, quem sabe milênios ou talvez poucos anos.

Não importa a cor da pele, pois somos irmãos.

Não importa o local onde nascemos, pois somos irmãos.

Nossas origens são as mesmas, filhos do mesmo Pai ou Criador, independente do nome pelo qual O chamamos, ou de como O concebemos em nossa mente.

Somos uma diversidade e essa diversidade representa a riqueza, a magnitude do nosso Universo…

Dos nossos Universos… Multiverso!

Pois há aqueles que creem na multiplicidade dos Universos!


  Clique aqui para ver a arte Fada


Se somos diferentes na cor, não somos diferentes no espírito.

Não somos diferentes nas emoções, tão só nos sentimentos que nos são ensinados pelos que se vêm diferentes.

Muitos se fazem diferentes, sentem-se diferentes sem o serem de fato, e se cristalizam, petrificam-se nessa condição e não conseguem se mobilizar para promover sua própria transformação.

Caros companheiros de jornada terrena, somos irmãos, independente da cor com que se expressa o nosso corpo.

A lei que deve reger as relações humanas existe há milênios e foi transmitida a diversas civilizações – não fazer ao outro o que não queremos para nós mesmos –, vale para todos nós.

Disse um grande Mestre há quase dois mil anos: “Portanto, tudo quanto quereis que as pessoas vos façam, assim fazei-o vós também a elas...”(Mt 7:12)

É a consciência sobre a beleza da diversidade que oportuniza as grandes transformações, pois promovem em nós a possibilidade da reflexão, mesmo que se ainda distorcida, pois passamos a identificar a sua beleza. A partir de então, resta a nós sabermos como nos portar diante dessa realidade percebida e trabalhada pelo nosso intelecto – conscientizada.

Passamos por tantas Eras observando o diverso como algo que deveria ser alijado de nossas vidas, ou simplesmente marginalizado.

Creio que chega o tempo de quebrarmos os nossos conceitos embrutecidos, cristalizados, petrificados e refletirmos sobre essa realidade tão explícita à nossa volta.

Somos Seres de uma mesma origem, transitando por este Planeta em busca de nossa elevação intelectual, moral e espiritual.

Esta busca deve se fazer em cada um de nós, de todos nós.

Sejamos solidários, companheiros e fraternos para que possamos alcançar nossos objetivos de forma plena, pois isso só dar-se-á se estivermos juntos, compartilhando o que conseguimos amealhar no caminhar solitário.


  Clique aqui para ver reflexões sobre a Convivência Sagrada


Creio que podemos transformar o solitário em solidário e promovermos juntos a transformação individual em transformação coletiva, quiçá planetária.

Pode ser um sonho, mas os sonhos existem para ser serem realizados.


Elda Evelina - www.eldaevelina.com/?p=6692
Texto produzido para a comemoração do DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA – 20 de novembro

 

MAIS DE ELDA EVELINA

  Clique aqui para ver o site de Elda Evelina

  Contato: elda@eldaevelina.com

 













Compartilhar: Facebook Google+ Twitter Addthis